Síndrome do Túnel do Carpo debilita as mãos no longo prazo

Artrose no quadril é a causa de um dos maiores problemas de locomoção.
Artrose no quadril tem solução simples se diagnosticada logo
24 de junho de 2024
Túnel do carpo é um problema que surge no punho, devido a lesão por esforço repetitivo.

Síndrome do Túnel do Carpo debilita as mãos no longo prazo

Um problema bastante comum é a Síndrome do Túnel do Carpo, que afeta as mãos e os braços, deixando as pessoas debilitadas.

Quem sofre dessa doença começa sentindo leve formigamento na região; a piora do quadro torna difícil até segurar pequenos objetos.

Essa síndrome surge principalmente como consequência de outro problema nas mãos. Quando se torna grave, a cura só ocorre com cirurgia.

Saiba de que se trata a Síndrome do Túnel do Carpo, seus sintomas e tratamentos.

 

Problema precisa de tratamento no início para evitar a cirurgia

A Síndrome do Túnel do Carpo ocorre quando um dos principais nervos da mão se comprime ao atravessar uma passagem estreita do punho, chamada túnel do carpo.

O principal motivo do surgimento dessa doença é a Lesão por Esforço Repetitivo, mais conhecida do LER. Essa síndrome afeta não apenas nervos, tendões e músculos, mas também aumenta a pressão interna no túnel do carpo, comprimindo inclusive o nervo mediano.

Ele provoca sintomas que se agravam à medida que a pessoa não inicia um tratamento adequado e pioram à noite. Veja quais são as principais queixas dos pacientes:

  • Dormência e formigamento nos dedos
  • Dor no punho e na mão ao fazer alguns movimentos
  • Falta de firmeza para segurar pequenos objetos, como copos e pratos.

Há vários tratamentos para a Síndrome do Túnel do Carpo. Os mais simples envolvem a imobilização do punho com o objetivo de reduzir a pressão sobre o nervo mediano. O ortopedista também pode receitar anti-inflamatórios para aliviar a dor e indicar fisioterapia visando o fortalecimento dos músculos do punho.

Quando o quadro clínico é um pouco mais sério, o paciente precisa tomar injeções para eliminar ao máximo as dores. Se nenhuma dessas terapias funcionarem e o caso for ainda mais grave, os médicos recorrem à cirurgia para curar o paciente.

Nesse caso, uma pequena incisão no punho é suficiente para reduzir a pressão interna e dessa forma descomprimir o nervo mediano. De acordo com o especialista, esse procedimento é rápido, seguro e com alto índice de cura.

Atendimento